A vida é muito curta para ter chefes sem talento

Gente como eu às vezes é preterida em cargos mais altos porque fala o que quer e não o que o patrão quer ouvir. Sou paga pra trabalhar e fazer as coisas funcionarem e não para agradar alguém. Mas alguns (poucos, é verdade) chefes não pensavam assim. Logo davam um jeito de me mandar pra bem longe. Demitida, se fosse possível.

Eu nunca soube fazer o jogo da puxa-saco-agradecida-por-estar-graças-a-deus-trabalhando-aqui. Nunca tive talento para sorrir quando me sentia insatisfeita e muito menos para concordar quando achava tudo medíocre. “Você olha para ele com cara de desprezo”, me disse um colega sobre a expressão meiga com a qual eu fuzilava um patrão. “E ele percebe.”

pinguim

Um deles chegou a dizer – fiquei sabendo – que eu me achava melhor do que todo mundo. Eu não me achava melhor do que todo mundo, tive colegas brilhantes com quem aprendi muita coisa. Mas eu era certamente mais capaz do que o tal chefe. A maioria das pessoas com quem eu trabalhava nessa empresa, com quem dividia o café ruim e a insatisfação eram mais capazes do que ele.

Me diz, como essas pessoas viram chefes?

Para ler mais, clique:
A vida é muito curta para ter chefes sem talento

Sobre mariliz pereira jorge

Sou jornalista, moro no Rio, mas vivo com um pé – e metade do coração – em São Paulo, onde morei até maio de 2012. Adoro o cheiro do aeroporto, de andar em calçadas desconhecidas, de ouvir línguas que não entendo! De dançar até as pernas cansarem e de dar risada até a barriga doer… Não vivo sem Coltrane, cerveja gelada e sorvete no inverno. Adoro gente. Adoro tentar entender as loucuras da alma. Da minha e dos outros. E gosto de transformar isso em palavras, em frases e histórias. Hoje, sou colunista da Folha de S.Paulo, da revista GQ, roteirista de TV e dona do meu nariz. Todo conteúdo publicado no blog é de minha autoria. Fui editora da Folha de S.Paulo, da TV Globo, das revistas Women’s Health e Men’s Health, repórter de Veja, além de ter contribuído para veículos como O Estado de S.Paulo, revistas Nova, VIP, Viva Saúde entre outros. Dei minhas voltinhas no mundo da publicidade, produzindo conteúdo para Brastemp, Consul e Itaú.
Esse post foi publicado em Coisas da vida e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s