Vítima da moda

fashion

Então, é SPFW de novo. E a gente se pega babando em cada roupinha que desfila na passarela. Se eu resolvesse – e pudesse – comprar cada pecinha pela qual me apaixonoseria dinheiro suficiente para acabar com a fome mundial. Quero tudo, mesmo com o guarda-roupa abarrotado. Por que a gente é assim?

Todo verão é a mesma coisa. Faço enxoval quando a temperatura começa a subir. Vou ao shopping como uma noiva que prepara as malas para a lua de mel. Biquíni, saída de praia, shortinho, vestido, colar, anel, brincão, bolsa à prova de areia. Tudo novo. E um par de Havaianas com aquele cheirinho de borracha.

Sempre tem uma moda nova, mas depois de inúmeros micos e de usar muita roupa que não era para mim, aprendi que algumas coisas são apenas para olhar nos outros. Eu sempre babava nas hot pants, mas precisaria de uns 10 centímetros a mais de pernas e uns 10 kg a menos na balança para não fazer feio. Andei namorando um micro short, mas caí na real que só com 10 anos a menos não ficaria parecendo uma dançarina de funk aposentada. Desisti.

Para ler mais, clique:
Vítima da moda

Sobre mariliz pereira jorge

Sou jornalista, moro no Rio, mas vivo com um pé – e metade do coração – em São Paulo, onde morei até maio de 2012. Adoro o cheiro do aeroporto, de andar em calçadas desconhecidas, de ouvir línguas que não entendo! De dançar até as pernas cansarem e de dar risada até a barriga doer… Não vivo sem Coltrane, cerveja gelada e sorvete no inverno. Adoro gente. Adoro tentar entender as loucuras da alma. Da minha e dos outros. E gosto de transformar isso em palavras, em frases e histórias. Hoje, sou colunista da Folha de S.Paulo, da revista GQ, roteirista de TV e dona do meu nariz. Todo conteúdo publicado no blog é de minha autoria. Fui editora da Folha de S.Paulo, da TV Globo, das revistas Women’s Health e Men’s Health, repórter de Veja, além de ter contribuído para veículos como O Estado de S.Paulo, revistas Nova, VIP, Viva Saúde entre outros. Dei minhas voltinhas no mundo da publicidade, produzindo conteúdo para Brastemp, Consul e Itaú.
Esse post foi publicado em Coisas da vida e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s