Pai

photo-53

Não vou entrar nessa competição de melhor pai do mundo porque ser pai já deve ser difícil pra caramba. E da forma como eu te conheço, sei que você não quer e nunca quis a tarefa de ser o melhor. Você é só o meu pai, que se parece com tantos outros pais. Nem melhor nem pior.

Só queria mesmo é dizer obrigada por ter me preparado para a vida, sem exatamente me dizer como eu deveria vivê-la. Talvez esse seja o maior desafio: ensinar o que é certo e errado e ter coragem de dizer mais ‘sim’ do que ‘não’.

Obrigada por ter me dado uma moto e me ensinado a esquiar. Isso me ajudou a fazer um sucesso enorme com os meninos e a diminuir meu complexo de andar com as pernas meio tortas.

Obrigada por me entender mesmo eu sendo tão diferente de você. Sei que muitas vezes você sofreu com as minhas escolhas, disse que não concordava, mas no final sempre me vinha com um abraço, um sorriso e a promessa de estar ali caso eu precisasse.

Obrigada por me fazer rir sempre que a gente se fala. Cada gargalhada que você me arranca alivia o coração e fortalece a alma.

Obrigada por eu ser uma pessoa que não mente, não engana, não é sacana com os outros, não tem o nome no Serasa. Tudo isso porque levo comigo o seu mantra: o que é combinado não é caro. Serve para tudo na vida.

E hoje, quando eu já falava que você nunca atende o telefone, a maior bronca que eu tenho, você responde ao terceiro toque, me desarma e em segundos já estamos rindo juntos. Se continuar assim, ano que vem, quem sabe, você fica na lista dos melhores do ano.

Beijo do seu pintinho

Sobre mariliz pereira jorge

Sou jornalista, moro no Rio, mas vivo com um pé – e metade do coração – em São Paulo, onde morei até maio de 2012. Adoro o cheiro do aeroporto, de andar em calçadas desconhecidas, de ouvir línguas que não entendo! De dançar até as pernas cansarem e de dar risada até a barriga doer… Não vivo sem Coltrane, cerveja gelada e sorvete no inverno. Adoro gente. Adoro tentar entender as loucuras da alma. Da minha e dos outros. E gosto de transformar isso em palavras, em frases e histórias. Hoje, sou colunista da Folha de S.Paulo, da revista GQ, roteirista de TV e dona do meu nariz. Todo conteúdo publicado no blog é de minha autoria. Fui editora da Folha de S.Paulo, da TV Globo, das revistas Women’s Health e Men’s Health, repórter de Veja, além de ter contribuído para veículos como O Estado de S.Paulo, revistas Nova, VIP, Viva Saúde entre outros. Dei minhas voltinhas no mundo da publicidade, produzindo conteúdo para Brastemp, Consul e Itaú.
Esse post foi publicado em Coisas da vida e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s