A incrível geração das mulheres chatas

INDEPENDENTE

Não faz nem um mês eu disse aqui que a melhor desculpa de uma mulher que está sozinha é que não tem homem no mercado. É muito boa. Mas tem uma que disputa à faca o primeiro lugar: estou sozinha porque os homens têm medo de mulheres independentes.

Uma ova.

E posso afirmar: a cada minuto que você reclama, tem outra mulher também independente e bem sucedida – mas muito mais esperta do que você – sendo bem sucedida na dança do acasalamento. E você aí, sozinha no bar com as suas amigas independentes, com suas bolsas caras, indo dormir sozinhas, reclamando da morte da bezerra e dos homens. Aqueles ingratos.

Para ler mais, clique:

A incrível geração das mulheres chatas

Sobre mariliz pereira jorge

Sou jornalista, moro no Rio, mas vivo com um pé – e metade do coração – em São Paulo, onde morei até maio de 2012. Adoro o cheiro do aeroporto, de andar em calçadas desconhecidas, de ouvir línguas que não entendo! De dançar até as pernas cansarem e de dar risada até a barriga doer… Não vivo sem Coltrane, cerveja gelada e sorvete no inverno. Adoro gente. Adoro tentar entender as loucuras da alma. Da minha e dos outros. E gosto de transformar isso em palavras, em frases e histórias. Hoje, sou colunista da Folha de S.Paulo, da revista GQ, roteirista de TV e dona do meu nariz. Todo conteúdo publicado no blog é de minha autoria. Fui editora da Folha de S.Paulo, da TV Globo, das revistas Women’s Health e Men’s Health, repórter de Veja, além de ter contribuído para veículos como O Estado de S.Paulo, revistas Nova, VIP, Viva Saúde entre outros. Dei minhas voltinhas no mundo da publicidade, produzindo conteúdo para Brastemp, Consul e Itaú.
Esse post foi publicado em Coisas do coração e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para A incrível geração das mulheres chatas

  1. Aline Oliveira disse:

    Posso te amar mais? Você é uma profissional sem igual, muito competente, antenada, culta e o principal: realista!

    Parabéns e sucesso sempre!

  2. Luciano Maia disse:

    Olá Mariliz,

    Eu tinha um artigo com o título “Está faltando homem no mercado” que eu não publicava, pois achava que a opinião de um homem sobre o tema poderia soar bairrista ou patriarcal. Mas, lendo seus excelentes e comentadíssimos artigos sobre este universo, tomei coragem e publiquei meu artigo no meu blog.

    Óbvio que sua apreciação é mais que desejada!

    Meu texto ficou com o seguinte título final: “Está faltando homem no mercado? (uma visão masculina).” e infelizmente (ou não) ficou bem analítico e sem chistes de bom-humor…

    Lá vai o link: http://www.cafecomdeus.com.br/esta-faltando-homem-mercado-uma-visao-masculina/

  3. Dayse disse:

    Você pode ser o que for, só não pode rotular e julgar as pessoas.
    Viva sua vida como quiser e deixe os outros.
    Você tem defeitos como todo mundo garotinha boba.

    • mariliz pereira jorge disse:

      Ah eu tenho um milhão de defeitos. Posso contar coisas terríveis sobre mim. Mas não sou chata e não tenho problema de vcs interpretação de texto. Beijo, querida

    • mariliz pereira jorge disse:

      Ahh te mais uma coisa, eu posso julgar e rotular quem eu quiser, assim como vc me julgou e me rotulou de garotinha boba. Ou so vc pode julgar e rotular?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s