Por que a gente quer ser chamada de namorada?

Sim, a garota com quem você está saindo (e transando) deseja uma definição sobre a relação de vocês. Ou seja, precisa saber se ela pode apostar ou não. Veja por que pode valer a pena mudar seu status no Facebook 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu sempre me pergunto quando foi que disseram para vocês, homens, que estavam dispensados de dizer a bendita frase: “Quer namorar comigo?” Tudo bem, queimamos uns sutiãs por aí, pedimos igualdade de direitos, mas essa parte não estava combinada. Veja por que as mulheres esperam compromisso e o que fazer se você prefere comer quiabo a oficializar a relação

Por que nós queremos que você assuma a relação

Somos cobradas

Você pode rir porque dificilmente seus amigos ou sua família vão perguntar se você vai ou não namorar aquela garota com quem sai três vezes por semana e tem até uma escova de dentes na casa dela. Mas a pobre vai ter que responder a essa pergunta umas 20 vezes por dia. “Está na cara que as pessoas acham que ele está te usando. As amigas, os pais, os colegas do trabalho, todo mundo pergunta. Então fica difícil você mesma não se questionar por que não vira namoro se ele diz que gosta, se está presente, se tem ciúme”, diz a advogada Vanessa O., 30 anos, de São Paulo. Ela conta que o relacionamento, que não é namoro, já teve mil e um vaivéns e que ela acabou não dando um ultimato, mas dizendo que há sentimentos demais entre eles para que eles continuem brincando de “ficar”. “Os homens têm que entender que não é capricho da mulher. Ela é uma eterna devedora na sociedade. Quando está solteira, querem saber quando vai namorar; quando namora, quando vai casar. Ela se casa e aí começa a cobrança pelos filhos”, diz a psicóloga Lana Harari, especialista em terapia de casal, de São Paulo. “É esperado que ela siga esse roteiro, e namorar faz parte dele. Culturalmente, qualquer mulher que só sai com um homem está em dívida. E é difícil lidar com essa pressão.”

Somos inseguras

Não tem jeito, queremos ser protegidas. Queremos virar a mulher deste ou daquele cara. “Namorar é uma forma de fazer a mulher se entregar por inteiro dentro de uma relação. Quando você diz as palavrinhas mágicas, elas se sentem amadas, escolhidas, valorizadas. A mulher sabe que o homem tem essa necessidade da caça, e que quando define, quando dá um rótulo ao relacionamento está abrindo mão de outras mulheres. Bem, pelo menos na teoria”, diz a psicóloga Claudia Sanchez, de São Paulo. Ou seja, nossas inseguranças se dissipam. “Por mais bonita, inteligente, boa de cama que você seja e mesmo que o cara com quem você esteja saindo diga isso sempre, se ele não assume um compromisso, você sempre vai achar que tem algo errado com você. Isso é insegurança e é uma droga”, diz Carla F., 36, gerente financeira. “Eu fiquei numa história que não atava nem desatava durante meses. A gente se dava superbem, tudo parecia se encaixar. Então, ficávamos uns dias sem nos falarmos. Eu comia minhas unhas, ficava com gastrite, de não saber se aquilo era o fim. Aprendi que, quando você quer uma coisa, não dá para deixar o outro impor as regras do jogo. Eu queria namorar e nunca pressionei.” Sabe o fim dessa história? “Ele começou a namorar uma garota que era menos tudo do que eu simplesmente porque ela o colocou na parede. Claro que não deu certo e logo depois ele me procurou, mas eu não quis viver toda aquela situação de novo.”

Se você não quer, tem quem queira

Meu amigo, por essa você não esperava. Ainda que possa bater no peito e dizer que tem uma fila indiana de mulheres querendo ser seu par, pode ter certeza de que um punhado delas não vai ficar esperando eternamente. Lembra-se da história dos sutiãs? Então, ao menos ela serviu para que muitas moçoilas usassem o mesmo direito de se divertir tanto quanto você.

“A verdade é que está tudo muito fácil e os homens cada vez menos interessados em se comprometer. Já perdi muito tempo investindo em histórias que não foram a lugar nenhum. Não faço mais isso. O que acontece é que eu acabo levando dois ou três casinhos ao mesmo tempo”, conta Cintia P., bióloga, de 34 anos, que está enrolada com dois caras no momento. “Mas eu tenho foco e acabo dando preferência a quem está mais presente.”

Só que acaba virando um jogo em que os dois saem perdendo. “A mulher faz isso para se defender da angústia, para não ficar à mercê dos homens e acaba apelando para o modelo masculino”, diz a psicóloga Lana Harari. “Infelizmente, isso não resolve o problema. Mas é uma atitude que as mulheres estão tendo, provocada pelo comportamento masculino.”

Nos sentimos comprometidas

Vocês usam e abusam da máxima: “Lavou, tá novo”. Transam com uma aqui hoje e outra ali na esquina amanhã – quando não no mesmo dia. Para as mulheres é bem mais complicado e não estamos falando de questões culturais. É que na hora do sexo o organismo feminino libera dois hormônios, a ocitocina e o vasopressina, que estimulam o apego emocional, a fidelidade, a escolha de querer um só homem. Quanto mais afeto e mais carinho, mais os hormônios são liberados. Junte isso à sua competência de fazer essa mulher gozar e é claro que ela vai ficar de quatro por você – e não apenas durante a transa.

Dá para entender por que elas se apaixonam tão facilmente? “É uma série de fatores, não só os hormonais. Quando decide transar, a mulher já analisou vários aspectos do homem, além de ele ser bonito ou não. A mulher pensa 50% com o lado emocional e 50% com o lado prático”, diz o psiquiatra e terapeuta sexual Carlos Eduardo Carrion, da Associação Brasileira de Estudos sobre a Impotência e consultor da Men’s Health. No final desse raciocínio, quando vai para a cama, a chance de ela já estar envolvida é grande. “A não ser que tenha tomado muita tequila”, brinca o especialista.

Quando vale a pena dizer sim

Não significa que vocês serão felizes para sempre

Uma coisa que parece que os homens esqueceram, ainda mais nos dias de hoje, é que namoro não é meio caminho para o casamento. “Os homens têm dificuldade de terminar relacionamentos, então para que começar um?”, ironiza a psicóloga Lana Harari. É mais fácil deixar tudo em banho-maria, porque quando se quer cair fora não há comprometimento suficiente para ter que se explicar, acredita a especialista. A situação foi vivida pelo empresário Carlos G., 35 anos, de São Paulo. “Só namoro se tenho certeza de que quero algo com a garota. E pode levar meses até eu decidir. Prefiro ir levando aos poucos, conhecendo uma aqui, outra ali, mas já quebrei a cara por causa disso também.” Ele conta que conheceu a garota que poderia ser a mãe dos seus filhos, mas ela se cansou da indefinição daquela história. “Nunca mais encontrei ninguém como ela.”

Você já está namorando

Tem cara de namoro, jeito de namoro, fucinho de namoro, mas você continua dizendo que não é namoro. E por que, amigo? “Não nomear é um jeito de não assumir, mesmo que tudo diga que é um namoro”, diz a psicóloga Claudia Sanchez. “O Marcio tinha uma gaveta de coisas dele na minha casa. Eu almocei várias vezes na casa da mãe dele aos domingos. Viajamos de férias juntos. E ele nunca me apresentou como namorada para ninguém”, diz a dentista Mariana G., de 29 anos. “Ele sumia uns dias, não atendia o celular, daí aparecia cheio de dengo. Depois de uns oito meses, ele falou numa festa, na frente de todos os amigos, que a gente não tinha nada. Eu engoli o choro, mas fui embora na mesma hora e fiquei um mês sem falar com ele. Não ia mais deixá-lo me tratar daquele jeito.” Mas sabe como a vida é, “Água mole em pedra dura…” “Eu sofri como um cachorro quando vi que ia perder a Mari. Tive que rastejar e admitir que era um babaca. É claro que era namoro, mas era mais cômodo para mim acreditar que não. O que eu ganhei com isso? Nada, quase perdi, isso, sim”, conta o músico Marcio M., de 32 anos.

Se você não quer compromisso…

• Não fique amigo. Lembre-se de que você só quer dar uns pegas.

• Não adicione no MSN ou no Facebook.

• Não a apresente a seus amigos: elas entendem isso como criar laços.

• Não faça programas com os amigos dela.

• Não durma na casa dela, nem a deixe dormir na sua.

• Nunca diga: “Eu te adoro”, mesmo que ela fale a você.

É o melhor jeito de se conhecer

Quando você decide trocar de carro se depara com várias possibilidades e pode levar meses até escolher. “Acontece a mesma coisa nos relacionamentos. Namorar é a única forma de conhecer alguém e decidir se aquela relação pode ser mais séria”, diz o psiquiatra Carlos Carrion. Não há a menor possibilidade de uma relação dar certo sem um test-drive. Mais: é também uma chance de você se conhecer melhor e saber o que quer de uma pessoa a seu lado.

Publicado na revista Men’s Health em abril de 2010

Sobre mariliz pereira jorge

Sou jornalista, moro no Rio, mas vivo com um pé – e metade do coração – em São Paulo, onde morei até maio de 2012. Adoro o cheiro do aeroporto, de andar em calçadas desconhecidas, de ouvir línguas que não entendo! De dançar até as pernas cansarem e de dar risada até a barriga doer… Não vivo sem Coltrane, cerveja gelada e sorvete no inverno. Adoro gente. Adoro tentar entender as loucuras da alma. Da minha e dos outros. E gosto de transformar isso em palavras, em frases e histórias. Hoje, sou colunista da Folha de S.Paulo, da revista GQ, roteirista de TV e dona do meu nariz. Todo conteúdo publicado no blog é de minha autoria. Fui editora da Folha de S.Paulo, da TV Globo, das revistas Women’s Health e Men’s Health, repórter de Veja, além de ter contribuído para veículos como O Estado de S.Paulo, revistas Nova, VIP, Viva Saúde entre outros. Dei minhas voltinhas no mundo da publicidade, produzindo conteúdo para Brastemp, Consul e Itaú.
Esse post foi publicado em Men's Health e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Por que a gente quer ser chamada de namorada?

  1. Cristiane Maria Barcik disse:

    Conclusão, eu acho muito difícil, ter “amigo de pinto”, não rola agente se apaixona!!
    Tenho 54 anos, e acabei de ter um relacionamento assim!!!

    • mariliz pereira jorge disse:

      Oi, Cristiane, não é fácil mesmo. Obrigada pel comentário! Espero que vc acompanhe o blog. Beijos

  2. V. disse:

    Adorei o post! Tô vivendo uma situação assim.. E como sempre, a mulher mais apaixonada e envolvida que o homem… Enfim, o texto me fez repensar na minha situação. Muito obrigada e parabéns! Beijos

  3. Dani disse:

    Estou vivendo uma situação assim, estamos ficando uns 6 meses , mas ele não assume nada , e estou cansada desta situação , porque cada dia estou mais apegada a ele ! Já falei para decidirmos oq temos , mas acaba passado e não toca no assunto !
    Acham que devo me afastar dele , mesmo ficando com o coração apertado ? O que faço???
    Obrigada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s