Etiqueta no banheiro

 Dicas para não mandar a compostura pelo ralo no W.C. da empresa

1. Não tenho ideia de por que uma pessoa puxa o papel higiênico com tanta força que a ponta fica arrastando como um pano de chão. Nem como consegue dar uma de Mandrake e sumir com a pontinha. Deixe um comprimento conveniente para que eu possa puxá-lo de um jeito fácil. Não quero ter que brigar com o papel enquanto me equilibro sobre um lugar no qual eu preferiria não encostar.

2. Se você vir que não há papel no suporte, não vá sentar toda feliz na cabine ao lado enquanto alguma pobre alma entra na porta sem papel. Tente avisá-la antes. Se não conseguir, passe um pedaço de papel por baixo da divisória. Você não vai quebrar nenhuma regra de etiqueta. Estará sendo um bom ser humano.

3. Dê descarga. E não custa nada uma última olhadinha para ter certeza de que você não deixou nenhum rastro no vaso. Caso alguém se esqueça e você se depare com as evidências, feche os olhos e aperte a descarga, pelo amor de Deus! Por que você deixaria a prova do crime boiando? Só para mostrar que não foi você?

4. Quando for entrar em uma cabine do banheiro coletivo, não vá empurrando a porta – espie primeiro. Às vezes os trincos quebram. Abaixe-se. Procure por um par de sapatos. Siga em frente.

5. Mulheres não fazem xixi em linha reta, a não ser que estejam segurando a vontade a manhã inteira. Quando você se agacha, não dá para evitar o chiado nem a natureza frenética da bexiga. Eu sei que você não tinha intenção de errar a mira, mas, se acontecer, limpe tudo.

6. Não use aromatizante para disfarçar os odores. O cheiro fica impregnado e deixa o ar pesado – e é quase como gritar para todo o andar que você fez uma coisa que não queria que ninguém soubesse.

7. Seu cabelo pode matar Gisele de inveja, mas fica nojento em qualquer outro lugar que não seja sua cabeça. Não escove os fios sobre a pia – e, se escovar, cate os que caírem. Um tufo de cabelo molhado parece um animal morto, e não tem nada pior do que ver os fios e o sabão se atracando ralo abaixo.

8. Banheiro não é local de trabalho. Não fique fazendo hora lá dentro, esperando que sua colega termine. Vá para algum lugar mais agradável e deixe os outros em paz. (Da mesma forma, se você reconhecer a dona dos sapatos da cabine ao lado, por favor, não engate uma conversa enquanto termina o seu serviço.)

9. Não jogue papel no vaso, mesmo que você só tenha assoado o nariz. Quando outra pessoa chegar, ela não saberá por onde esse papel esteve e pode dar descarga antes de usar o banheiro. Também evite baixar a tampa. Ninguém vai pagar para ver se tem uma surpresa lá dentro – mais uma descarga à toa. Olha o desperdício de água!

10. E jogue o papel no lixo. Mas dentro dele, não na beirada nem ao lado nem atrás. Se usou protetor de assento, amasse-o bem e jogue no cesto. Tem nojo? Você vai lavar bem as mãos depois do “pips” ou do “número 2”, certo?

11. Tenha bom senso: deixe para tomar banho em casa no chuveiro. Eu, você e toda a liga feminina de combate ao câncer odiamos ver o nosso nécessaire lindo, novo e dourado numa poça de água. Seque a pia com papel após lavar as mãos, escovar os dentes ou seja lá o que você conseguir fazer nesse espaço.

Publicada na revista Women’s Health em 03/09

Sobre mariliz pereira jorge

Sou jornalista, moro no Rio, mas vivo com um pé – e metade do coração – em São Paulo, onde morei até maio de 2012. Adoro o cheiro do aeroporto, de andar em calçadas desconhecidas, de ouvir línguas que não entendo! De dançar até as pernas cansarem e de dar risada até a barriga doer… Não vivo sem Coltrane, cerveja gelada e sorvete no inverno. Adoro gente. Adoro tentar entender as loucuras da alma. Da minha e dos outros. E gosto de transformar isso em palavras, em frases e histórias. Hoje, sou colunista da Folha de S.Paulo, da revista GQ, roteirista de TV e dona do meu nariz. Todo conteúdo publicado no blog é de minha autoria. Fui editora da Folha de S.Paulo, da TV Globo, das revistas Women’s Health e Men’s Health, repórter de Veja, além de ter contribuído para veículos como O Estado de S.Paulo, revistas Nova, VIP, Viva Saúde entre outros. Dei minhas voltinhas no mundo da publicidade, produzindo conteúdo para Brastemp, Consul e Itaú.
Esse post foi publicado em Atitude, Women's Health. Bookmark o link permanente.

9 respostas para Etiqueta no banheiro

  1. joana disse:

    que reportagem de mau gosto

    • mariliz pereira jorge disse:

      Joana, pena que vc não tenha lido com o mesmo senso de humor com o qual isso foi escrito. Como a maioria das coisas que eu escrevo. beijos

    • Lana disse:

      Mau gosto é não ter educação para usar um banheiro coletivo. Ou ser grossa desnecessariamente com textos alheios.

  2. Simone disse:

    ADORUUU…AO CONTRARIO DA JOANA RI BASTANTE…DIVERTIDO E INFORMATIVO, ADOREI, DIFICIL NÃO PECAR EM ALGUNS DESSES EM CASA 😮

  3. Claudia disse:

    Preciso fazer um informativo para ser colocado num banheiro de uma empresa e pesquisando na net encontrei esta página e adorei! Se você permitir, vou dar um control c e control v deixando o artigo na íntegra e, claro, citando a fonte.

  4. carlos disse:

    não deixe de conhecer o exaustor zara para vaso sanitario , ele tira os odores direto do vaso sem deixar que se espalhem pelo ambiente , veja no you tube este exaustor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s